Search results: Found 3

Listing 1 - 3 of 3
Sort by
Nasci na família errada: Ser mãe e dona de casa no subúrbio ferroviário de Salvador de Bahia

Author:
Book Series: Antropologia Mèdica ISBN: 9788484244752 Year: Pages: 258 Language: Portuguese
Publisher: Publicacions Universitat Rovira i Virgili
Subject: Medicine (General) --- Anthropology
Added to DOAB on : 2020-01-14 12:08:14
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Este livro é o resultado de uma série de entrevistas desenvolvidas entre os anos 1998 e 2004 a Maria, uma moradora de um bairro pobre de Salvador de Bahia. Esta história não poderia ter sido escrita sem a entrega e a dedicação dela por desvendar a sua própria vida ao mundo. Este trabalho não só tenta descrever a experiencia de Maria no mundo da vida, o contexto sociocultural e econômico, mas, sobretudo, quer se aproximar de suas emoções sobre os adoecimentos e as alegrias, para mostrar aos leitores expressões sensíveis do vivido, em relatos de vida, como um método de trabalho da antropologia.

Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

Authors: ---
ISBN: 9788576285854 Year: Pages: 246 DOI: http://dx.doi.org/10.7476/9788576285854 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - EDUEM
Subject: Education
Added to DOAB on : 2015-01-09 14:09:05
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Este livro é resultado de uma pesquisa de análise documental desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá no período 2004-2006. A idéia das autoras em abordar o tema política educacional para a Educação Infantil no período 1990 a 2001 na imprensa periódica surgiu da preocupação em compreender como os professores-leitores apreenderam o discurso veiculado sobre a configuração das políticas nesse período de intensas reformas educacionais. Desta maneira, levantar a forma com que os textos e suas enunciações reproduziram esse contexto e colaborar para a implementação das políticas é essencial. As duas revistas escolhidas para essa assimilação foram selecionadas porque são as mais lidas e conhecidas pelos professores da Educação Infantil no Brasil. O fato de uma ser de cunho mercadológico e a outra de cunho oficial foi um aspecto propositalmente estabelecido, pois havia o interesse em diferenciá-las quanto à maneira que representam as políticas educacionais nas enunciações. Foi tomado como universo representativo para a análise, as enunciações das revistas Nova Escola (Editora Abril) e Criança (MEC), alguns documentos de organismos internacionais e documentos oficiais. Distinguiu-se que as categorias discursivas que compõem a trama de conceitos politicamente estratégicos para a Educação Infantil foram a Qualidade, a Descentralização e a Focalização. Com o intuito de evidenciar os vínculos das análises ao contexto macroeconômico, as políticas para a Educação Infantil foram abordadas por meio da mediação com a contextualização da mundialização do capital. No primeiro capítulo do livro, apresentamos a Educação Infantil inserida na contextualização histórica da atual fase de desenvolvimento do capital, a mundialização econômica, bem como a redefinição do papel do Estado e os ajustes neoliberais que determinaram as políticas públicas educacionais na década de 1990. No segundo capítulo, discutimos sobre as políticas para a Educação Infantil tendo como base a história desta etapa de ensino no Brasil e as orientações políticas das agências internacionais tais como a UNESCO, CEPAL e o Banco Mundial. Apresentamos também a estrutura políticas dos documentos oficiais destinadas a regulamentar a Educação Infantil no Brasil. A análise das categorias políticas Qualidade, Descentralização e Focalização foi o foco do terceiro capítulo. Tal abordagem colaborou para evidenciar que as políticas de ajustes neoliberais propaladas pelas agências internacionais foram acopladas nas políticas públicas destinadas à Educação Infantil e, também, foram estrategicamente veiculadas nos textos das revistas dirigidas aos profissionais dessa área. O enfoque para as análises foi pautado na concepção de que o texto é discurso produzido no embate da luta de classes. A análise mostrou que o caráter dos textos veiculados sugeriu uma continuidade aos ajustes neoliberais estruturais na educação infantil.

A construção do mito Mário Palmério: um estudo sobre a ascensão social e política do autor de Vila dos Confins

Author:
ISBN: 9788539302680 Year: Pages: 309 DOI: http://dx.doi.org/10.7476/9788539302680 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Political Science
Added to DOAB on : 2014-10-30 17:26:05
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Antes de publicar Vila dos Confins e Chapadão do Bugre – obras seminais da literatura brasileira – Mário Palmério já era considerado um mito no interior de Minas Gerais. Contrariando as expectativas em uma região atormentada por diversas crises, o jovem e ambicioso professor assumiu riscos, tornou-se um empresário bem-sucedido e aprendeu a manipular os símbolos mais preciosos de sua sociedade. Palmério desenvolveu uma percepção aguçada sobre a dimensão teatral da vida social e empregou uma série de procedimentos dramatúrgicos para supervalorizar seu papel e conquistar a adoração dos conterrâneos. Na campanha eleitoral de 1950, ao atuar como um guerreiro sagrado capaz de conduzir seu povo à terra prometida, Palmério elegeu-se deputado federal e consagrou-se como um mito político. Resultado de pesquisa de doutorado, o livro explica essa trajetória na perspectiva da História Cultural.

Listing 1 - 3 of 3
Sort by
Narrow your search